14.4.12

Quero acreditar que me amas, eu quero! Mas bem lá no fundo eu sei bem que não. Sei que já não me amas... Talvez seja porque nunca me 
amaste.
Hoje estou a sofrer porque tu, mais uma vez, fizeste questão de me deixar assim. Iludiste-me com as tuas mentiras e eu deixei-me levar por ti! 
Eu acreditei porque eu confiava em ti e acreditava em todas as palavras que me dizias. Fizeste-me acreditar que a nossa relação ia resultar e 
depois deixaste-me... Para quê? Para poderes ser livre e andares atrás das tuas amiguinhas sem ter que me dar justificações... Sim, tenho 
mesmo a certeza que elas te conhecem como eu, que elas sabem todos os teus problemas de cor e que elas sabem como te fazer sentir 
melhor... Mas anda, vai lá atrás delas... Aliás, como sempre fizeste.
Desta vez não irá ser o tempo a curar, porque o tempo... Esse já não existe. Desta vez serei eu mesma a curar esta ferida que ainda não tinha 
sido fechada e tu.
Não vou sofrer mais nem nem vou deixar que me coloques num estado que ainda hoje não sei nem como definir.
Finalmente cheguei à conclusão que eu e tu nunca seremos um nós, que não te posso ter. Mas afinal, eu já sabia disso.
Não vou lutar mais por ti porque tenho plena noção que não irá servir de nada. Nunca serviu.
Amo somente a ideia que tenho de ti. Amo quem tu és, não quem tu finjes ser.
Viverás eternamente na minha memória e no meu coração, disso não tenho qualquer dúvida.
Serás sempre especial para mim, porque apesar de tudo o que vivemos não se esquece! Não esquecerei nada do que passamos e nunca 
esquecerei o que eramos mesmo que nunca mais sejas o joão por quem me apaixonei.
Esta vai ser a última vez que te irei escrever, desta vez realmente a última. Porque tudo tem um fim.
Não te odeio porque nem isso mereces de mim. Apenas estou cheia de raiva, como muitas vezes tive de ti, por todas as coisas que me fizeste
passar, por todo o sofrimento que me fizeste passar. E o pior? Nem te importaste. Mas eu já devia saber. Conheço-te bem, aliás, devo ser 
mesmo a única que te conhece realmente! Sei como és arrogante e egoísta. Mas eu aceitava isso em ti, eu até chegava a achar piada. Só agora
me apercebo como era burra! 
Não quero mais nada de ti, apenas distância e assim sendo, espero que respeites isso porque mereço.
Nas memórias que tenho nossas serás sempre "o meu joão, o meu menino", serás sempre o rapaz por quem me apaixonei incondicionalmente e
aquele que mais amei, mais do que tudo, mais do que todos.
Não te agradeço por nada porque tu fizeste-me muito mal também e isso não merece perdão, muito menos um agradecimento.
Não te vou perdoar porque desta vez demonstraste que nunca o mereceste. 
Porque afinal, algum dia vou ter que te deixar sair de vez da minha vida e a mim parece-me que agora é o momento certo.
link do postPor -Léé ♥, às 23:43  comentar

De p;αndяαde. ॐ a 14 de Abril de 2012 às 23:55
é bonito e cabrão. dois factores sobre o menino AJ. 
num sei... mas vou querer acreditar que farias tudo por mim. (A)

De brittany a 15 de Abril de 2012 às 00:00
éq é mesmo, não tem nada a ver!
oh, obrigada :3
quando nao somos correspondidos, ficamos pior q estragados. entendo a tua decisão e, na minha opiniao, acho q é o melhor q tens q fazer, deixar ir. porque, ou a coisa dá logo, ou simplesmente nao esta destinado a acontecer... mas nao quer dizer q se deve desistir à primeira. só quando tentamos e tentamos até demais, chega um ponto em que já atingimos a nossa paciencia e a dor e a desilusao é tal, q só queremos é esquecer tudo e desaparecer. 

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:01
e é! apresento-te um dos maiores canalhas que já me apareceu à frente! acho que não há nenhuma amiga dele que tu possas olhar e dizer "nunca a comeu". .-.
verdade sim sra! (A)

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:09
já é da natureza dele, não muda. ele namora sabias? sim, curtimos enquanto ele namorava. no dia seguinte, foi ter com ela com dois chupões enormes no pescoço. basicamente, ele não é de relacionamentos e não presta... nem nunca irá prestar.

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:11
isso eu já não sei, como podes calcular não é um assunto que ele tenha por hábito falar comigo. mas lá está, ela já devia de estar habituada... é o aj, tipo: ele sempre foi assim. sabes o que o meu primo me disse na noite em que curtimos?

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:19
sabes quem é o 'a', que diversas vezes falei no meu blog? aquele que basicamente mexeu comigo? pronto, ele é o melhor amigo do aj e já não é a primeira vez que ele come as namoradas dele, chega mesmo ao ponto de as fazer acabar com ele, para as poder comer (o próprio já me contou uma história sobre isso). eu sempre achei que não tinha significado nada para ele, que simplesmente tinha-me achado gira e tinha simpatizado comigo, nessa noite, o meu primo para me tentar chamar à razão disse a um amigo "ele já anda a planear isto à bué. ele próprio nos disse que quando ela cá viesse a iria comer e eu feito burro sempre achei isso impossivel e porquê? porque ela o negava. não me venhas coma a teoria de que ela está bebada e não sabe o que faz, porque no ano passado, numa festa ela estava perdida de bebada e o teu irmão tentou algo e ela sempre lhe deu para trás. sabes o que vai acontecer? ele amanha vai contar logo ao 'a' o que aconteceu esta noite e sabes porquê? porque ele gostava dela. ele não vai conseguir esconder o facto de que teve algo com ela e ele não"

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:27
em minha defesa: eles é que vieram até mim. eu estava muito quietinha no meu lugar ahahah. todos os que conheci lá na territa, foi porque eles quiseram. tanto que no dia em que o aj e a me quiseram conhecer e que até meteram conversa comigo, sabiam ambos. pois viram o meu fb e perguntaram ao meu primo se me podiam conhecer, ou seja: os dois quiseram-me conhecer ao mesmo tempo... só que eu achei mais piada ao a e julgo que ele não estava à espera de também sentir algo por mim ahahahah. xd

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:28
*e o a

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:33
não, porque já estão habituados a isso. o aj fica com o resto do A, mas o resto do A têm tendencias a preferir o aj ahah. xd isto é assim: o aj é mais do tipo player, faz o filme a qualquer uma e consegue sempre te dar a volta, têm imensa lábia e sabe como tratar uma rapariga. já o A, é do tipo mais ingénuo... se queres ter algo com ele, tens que ser tu a dar o primeiro passo. é do tipo que não come ninguém, só namora com quem gosta. a lábia dele é fraquinha, mas encantas-te logo com o seu jeito fofo de ser, é que a ingenuidade dele é algo mesmo querido, não é do tipo que te irrita e só te apetece bater-lhe. xd
eu achei o mesmo na altura em que o meu primo me disse que os dois me queriam conhecer... mas habituei-me e agora até acho a situação deveras peculiar e engraçada ahah. xd

De p;αndяαde. ॐ a 15 de Abril de 2012 às 00:44
não, porque eu julgava que não era correspondida. a única coisa que algum dia aconteceu connosco foi quando fomos acampar... estivemos a falar sobre cenas mesmo descabidas, andamos à porrada, eu mordi-o, estivemos deitados um à beira do outro, tentamos por um milagre partilhar a mesma manta, manta essa que só dava para uma pessoa, tendo assim que ficar quase em cima dele xd encostei a minha cabeça ao seu peito (nu), o que o fez desatar-se a rir -.- xd ele mordeu-me a perna e quando acordei a primeira coisa que fez foi meter-me o dedo no ouvido, sorrindo-me. andavamos sempre em provocações, do tipo "canibal" "demónio" e beca beca... ele ficou com grande marca dos meus dentes xd ah e enquanto eu me estava despir dentro da barraca, ele tentou-me ver ahahahah. eu quando o vi assustei-me ahahah. xd

De s. a 15 de Abril de 2012 às 09:47
Ora essa (:

mais sobre mim
blogs SAPO